Gestação e a saúde bucal

Dra. Glenda Nahás Bergamasco Dreuzzo
Especialista em Odontopediatria
Consultora Científica do Amil Dental Kids
CRO 58504 - SP

Futura mamãe

A gestação é uma época especial para que você mantenha os cuidados com sua saúde bucal, não apenas por você, mas também para que seu filho desenvolva uma dentição perfeita e saudável. As estruturas bucais do bebê iniciam sua formação já nas primeiras semanas de vida no útero materno.

Mitos

Existem alguns mitos sobre a saúde bucal na gestação. O principal deles é que a gravidez aumenta o número de lesões de cárie e problemas na gengiva. Isso não será verdade absoluta se você mantiver alguns cuidados básicos, com uma alimentação equilibrada, boa higiene bucal e receber cuidados profissionais periódicos. Tais medidas são fundamentais para uma boa saúde bucal.

Geralmente o aumento do número de lesões de cárie e o sangramento da gengiva estão relacionados à alteração na dieta, com maior consumo de “guloseimas”, e a presença da placa bacteriana, pela limpeza inadequada dos dentes e da gengiva nessa época. Apesar de haver algumas modificações no tecido gengival, em função das alterações hormonais, isso só interferirá se já existirem problemas gengivais prévios à gestação.

Alimentação Equilibrada

É importante que a futura mamãe tenha uma dieta equilibrada, rica em vitaminas (especialmente A, C e D) minerais (cálcio e Fosfato) e proteínas, já que os dentes do seu bebê estão em formação. O cálcio para o bebê provém da sua alimentação e, quando ela for inadequada, virá de reservatório nos seus ossos.

Higiene bucal

A placa bacterina sobre os dentes e gengiva pode levar à formação de cáries e doenças gengivais. Estas são doenças multifatoriais onde a higiene bucal realizada adequadamente com uma escova dental macia, dentifrício dental (creme dental) com flúor e fio dental desempenha importante papel na prevenção.

Se você observar algum ponto de sangramento na gengiva, isso pode ser um sinal de doença (Gengivite). Procure limpar melhor essas regiões e sempre consulte um dentista para lhe orientar.

Cuidados profissionais

A gestante poderá receber tratamento odontológico em qualquer época da gestação, de acordo com a avaliação do obstetra e do dentista. Preferencialmente, o segundo trimestre (3 a 6 meses) é o mais recomendável, pois nessa fase a gestação já se encontra num período de maior estabilidade.

As radiografias devem ser evitadas nos três primeiros meses. Quanto aos anestésicos, o dentista ou se médico irão determinar o mais indicado.

Visite regularmente o dentista para que ele possa fazer o diagnóstico precoce de qualquer problema e orientações quanto aos procedimentos preventivos.

Importante:


  • Por volta do sétimo mês de gestação, procure orientar-se com o Odontopediatra sobre como cuidar da saúde bucal do bebê. Isso poderá incluir orientações quanto à amamentação, higiene, erupção dos dentes, uso do flúor, emprego de chupetas e a primeira visita do bebê ao dentista.
  • As orientações recebidas devem continuar após o nascimento de seu bebê.
  • Lembre-se que os hábitos que você adquirir será exemplo para seu filho.
Menina loira escovando os dentes