Dieta alimentar e a saúde bucal

Dra. Glenda Nahás Bergamasco Dreuzzo
Especialista em Odontopediatria
Consultora Científica do Amil Dental Kids
CRO 58504 - SP

CULTIVANDO BONS HÁBITOS

Prezados Pais ou responsáveis,

Você sabia que a alimentação já é importante desde a fase intrauterina para a formação de dentes saudáveis?

O paladar de uma criança começa a se desenvolver por volta do 5º mês de vida intrauterina. Se a gestante tiver o hábito de consumir doces em excesso, existirá maior probabilidade do bebê já nascer com preferência por esses alimentos.

Mães que ingerem alimentos saudáveis, com uma boa quantidade de proteínas (carnes, ovos, leite), vitaminas (frutas, legumes, verduras) sais minerais (flúor, cálcio, sódio, potássio) e moderada quantidade de gorduras e carboidratos (açúcar, pães e massa em geral), tendem a ter filhos com uma dentição mais saudável. Diante deste fato, temos que orientar as futuras mamães para uma convivência saudável com o açúcar!

A cárie de mamadeira apresenta um desenvolvimento rápido e está associada ao uso prolongado de leite ou líquidos (chá, sucos) açucarados na mamadeira. Portanto, se seu filho faz uso frequente de mamadeira açucarada no período noturno, procure eliminar esse hábito. Não leve seu filho para a cama com a mamadeira, pois ele irá associar o sono com a alimentação.

Dos 6 aos 12 meses em geral, ocorre o desmame. Assim que os dentes de leite nascem, é desejável que a criança já tenha deixado à alimentação noturna. Caso isto não ocorra, tente substituir o seio ou a mamadeira de leite pela a água e diminua gradativamente a quantidade ingerida até que a criança deixe esse hábito, em função da saúde dental.

Quando o bebê passar a fazer as refeições juntamente com toda a família procure, você mamãe e você papai dar bons exemplos de alimentação ao seu filho. A educação tem fundamento importante pelo exemplo dos pais e familiares.

Lembre-se mamãe, na escola seu filho pode trocar lanches, ganhar balas, chicletes, além das festas de aniversário, onde é difícil ser controlado, portanto o cultivo de bons hábitos familiares é fundamental.

Procure dar guloseimas apenas como sobremesa ou escolha o sábado ou domingo para o “dia da guloseima”, será um dia especial e diferente!

Você poderá ajustar esta data nos finais de semana, em festas ou restaurantes, sendo recomendável: balas esporadicamente (1 vez por semana), chicletes (1 vez cada 15 dias), chocolates nos domingos, etc.

E lembre-se , é recomendável a higienização logo em seguida da ingestão destas guloseimas!

Amamentação Benefícios do leite materno

Dra. Glenda Nahás Bergamasco Dreuzzo
Especialista em Odontopediatria
Consultora Científica do Amil Dental Kids
CRO 58504 - SP

O leite materno é um composto natural e completo, que possui todas as substâncias necessárias para os recém-nascidos, protegendo de doenças causadas por vírus e bactérias e ainda possui os nutrientes necessários para o seu crescimento até o sexto mês de vida.

A amamentação materna exercita a musculatura facial responsável pela mastigação, a articulação da maxila e mandíbula e temporomandibular. Durante a amamentação, ocorrem estímulos constantes, promovendo o crescimento da mandíbula contribuindo para a posição ideal e para erupção dos dentes decíduos.

A amamentação no seio materno previne a “Síndrome do Respirador Bucal”.

Aleitamento Artificial - Mamadeiras

Os argumentos mais comuns para a interrupção do aleitamento são “leite fraco ou insuficiente” para saciar o bebê.

Existem razões mais concretas para o não aleitamento, que podem estar relacionadas a outros riscos para os bebes. Como exemplo, podemos citar situações onde as mães contraíram doenças transmissíveis ou portadoras de vírus da Hepatite, AIDS e etc.

Quando o aleitamento artificial é inevitável, o ritual da mamadeira deve ser o mais parecido possível com o da amamentação natural.

As orientações sobre o tipo de bico da mamadeira a ser utilizado, posicionamento da criança durante a amamentação, limpeza destes utensílios, dentre outras, em geral serão dadas pelo Odontopediatra e médico Pediatra.

Desmame da Mamadeira

A retirada da mamadeira deverá acontecer de forma gradativa e progressiva a partir do sexto mês e o Odontopediatra e o Médico Pediatra tem importante papel nestas orientações, prazos recomendados e a introdução gradativa de novos alimentos com consistências variadas.

A eliminação completa da mamadeira noturna deve ocorrer, preferencialmente, antes da erupção dos dentes de leite.

Atenção: na mamadeira noturna, o leite não deve ser adoçado e nem complementado com farelos a base de amido de milho e outros (apresentam alto teor de açúcar).

Se criança não conhece o sabor do açúcar não sentirá sua falta, apreciando o sabor natural dos alimentos e neste caso, do leite.

Uso da chupeta

O hábito de sucção faz parte de uma das fases da criança, conhecida como fase oral.

Para criança, a sucção é importante, pois tem impactos emocionais, psicológicos e nutricionais.

A chupeta deve ser utilizada quando necessário, procurando evitar que se transforme em um hábito. É muito importante que a mãe saiba o momento certo de oferecer. Quando a criança adormecer, a mãe deve retirar a chupeta.

Deve-se evitar a chupeta penduradas na roupa da criança o tempo todo.

A remoção do hábito da chupeta é recomendada que ocorra até dois anos de idade. Porém algumas crianças tem uma necessidade de um elemento de transição, por exemplo, bichinho de pelúcia ou outro brinquedo preferido além do afeto, aconchego, segurança e companhia.

No condicionamento da criança, sempre tentar prevalecer o “ganho” e não a “perda”.

Menina loira sorrindo